Artistas

Ricardo Ribeiro
Fadista

“Impulsionado por uma tia, a sua estreia aconteceu aos 12 anos, no Grupo Desportivo “A Académica da Ajuda”, sendo acompanhado à guitarra por Carlos Gonçalves e à viola José Inácio, que se tornaria um dos seus mestres. Participa na Grande Noite do Fado de 1996, em Lisboa, arrecadando o 2º lugar. Vence esta iniciativa da Casa da Imprensa no ano seguinte e já em 1998 volta a vencer mas já na categoria de seniores masculinos.”

 

QUANDO O FADO FOR GRANDE

Fado Torres do Mondego
Música: Alberto Simões da Costa
Letra: Tiago Torres da Silva
Voz: Ricardo Ribeiro

Silêncio que se vai cantar o fado
Não são palavras ditas por dizer
Se alguém não sabe ouvir estando calado
O Fado já não pode acontecer

Também na sala de aula o professor
Não quer barulho e pode-se zangar
Se apanha algum aluno falador
Que não aprende nem deixa ensinar

A tua mãe… quando não queres escutá-la
Basta-lhe erguer de leve as sobrancelhas
Pra te dizer que quando um burro fala
Os outros todos baixam as orelhas

E quando um dia tu puderes ouvir
O que o Fado nos diz quando é cantado
És tu quem de repente vai pedir
Silêncio que se vai cantar o fado