Artistas

Mafalda Arnauth
Fadista

“O seu primeiro álbum, homónimo, “Mafalda Arnauth” (1999), foi aclamado pela crítica e distinguido com o Prémio Revelação pelo Jornal Blitz. Este sucesso repete-se no seus trabalhos seguintes, “Esta Voz que me Atravessa” (2001), “Encantamento” (2003) e “Diário” (2005), ambos saudados pela crítica e fãs e onde Mafalda ganha progressivamente relevo como autora e compositora.”

CHORAR DE ALEGRIA

Fado: Tamanquinhas
Música: Carlos Simões Neves
Letra: Tiago Torres da Silva
Voz: Mafalda Arnauth

Não aprendas a tristeza
Só porque gostas de fado
Deixa que a alma indefesa
Esteja aberta prá surpresa
Que um poema tem guardado

Não te entregues à saudade
Só porque queres ser fadista
Entrega-te à liberdade
De teres a tua verdade
Mesmo que alguém lhe resista

Não te dês à solidão
Só porque ela te vigia
Se choras por tradição
Sabe que o fado-canção
Também chora de alegria

Se alguém for o que não é
Ponha as cantigas de lado
Cantar é questão de fé
E quem for o que não é
Jamais pode ser do Fado.